domingo, 27 de abril de 2014

Provérbios

Cada cabeça sua sentença

Cada qual come do que gosta

A cavalo dado não se olha o dente

Caranguejo que dorme, maré que o leva

Com vento de feição, não há má navegação

Lá vai o mal, onde comem o ovo e o sal

Lá vem agosto, com os seus santos ao pescoço

Ladrão que rouba a ladrão tem cem anos de perdão

Livra-te do homem que não fala e do cão que não ladra

Ler sem perceber é semear sem colher

Sem comentários:

Publicar um comentário