sexta-feira, 7 de março de 2014

Votação dos “Hinos da Fruta” até dia 10 de março

Encontram-se em processo de votação até dia 10 de março de 2014, os Hinos da Fruta das escolas participantes no projeto “Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável”. A Câmara Municipal de Estarreja implementou pela primeira vez nas escolas do concelho, este programa educativo de intervenção motivacional desenvolvido pela APCOI – Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil.
   As Escolas Visconde de Salreu, da Póvoa de Cima e EBI de Pardilhó chegaram à etapa final do projeto: inventaram uma letra para o “Hino da Fruta” e enviaram um vídeo com os alunos a cantá-lo. Os trabalhos estão disponíveis para votação do público desde o dia 10 de fevereiro até 10 de março de 2014, no endereço www.heroisdafruta.com
Na Escola Básica Visconde de Salreu, duas turmas aderiram ao projeto, levando às crianças lições importantes sobre saúde, alimentação, culinária ou atividade física. Uma boa “maneira de incentivar os miúdos a consumirem mais fruta”, afirma a coordenadora do estabelecimento de ensino, Graça Ribeiro, que nota a ausência desse incentivo no seio da família. 

Os 60 hinos mais votados serão analisados pelo júri que escolherá três vencedores. O júri escolherá ainda mais um hino vencedor de entre os que não chegarem a finalistas. As escolas premiadas no desafio recebem a visita da APCOI com a "Festa dos Super-Heróis da Fruta" que inclui uma peça de teatro-interativa para comemorar a importância que estes alimentos têm para a saúde das crianças.
Em Estarreja, o projeto “Heróis da Fruta – Lanche Escolar Saudável” foi implementado em 6 escolas, envolvendo 15 turmas do pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico e 350 pequenos Heróis da Fruta. 3 escolas, num total 9 turmas, aproximadamente 210 crianças, concluíram com sucesso o desafio.
  A professora da turma do 3º F, da Escola Básica Visconde Salreu, Paula Baptista, faz uma avaliação muito positiva ao projeto. “Eles têm andado muito entusiasmados. De uma forma geral foi bastante positivo”, comenta a docente que faz habitualmente a vigilância dos lanches dos seus alunos e já verificou algumas mudanças nos seus hábitos alimentares com a introdução de mais peças de fruta.
O objetivo é aumentar o consumo diário de fruta nas crianças até aos 10 anos, contribuindo para a prevenção da obesidade infantil e das restantes doenças associadas, numa altura em que “os alunos abusam no açúcar e outros alimentos não muito benéficos”, constata a professora.
A mensagem veiculada aos mais pequenos não se limita ao recinto escolar, tendo chegado à comunidade. “Eles sentem-se heróis e transmitem a outros alunos, aos pais, familiares e vizinhos”, conta Helena Geraldo, professora do 1ºB, da Escola Básica Visconde Salreu. Mesmo no primeiro ano, com idades mais novas, as crianças“começam a ter um papel ativo e são elementos de transmissão de informações”. Com a ajuda deles a escola está a sair fora de portas e a envolver a comunidade.
Os testemunhos dos alunos do 3º F comprovam que hoje estão mais conscientes da importância do consumo da fruta:
“Com o projeto Heróis da Fruta habituamo-nos a comer fruta.”
“Foi uma muito boa ideia contra a obesidade, temos outros hábitos e começamos a gostar mais de fruta.”
“A nossa professora trouxe fruta e todos deviam comer.”
“Boa ideia porque comer fruta tira-nos os maus hábitos da comida plástica.”
“Eu como mais fruta, tem vitaminas.”
“A fruta dá-nos força e energia para o dia-a-dia.”

Passos para a votação:
. Aceder ao site http://www.heroisdafruta.com/p/votos.html
. Escolher de entre a lista completa o distrito AVEIRO, o concelho ESTARREJA e a escola (VISCONDE SALREU, EB PÓVOA DE CIMA ou PARDILHÓ)
. Aparecerá o vídeo, a letra da música e um número de telefone para o qual deve ligar para votar. Esta chamada tem o custo de 0,60€+iva.
Esta é a única maneira de votar.
Números de votação:
Salreu 760 458 191
Pardilhó 760 458 192
Póvoa de Cima 760 458 193
Pode visualizar os vídeos no canal da Câmara de Estarreja no Youtube http://www.youtube.com/CMEstarreja

Sem comentários:

Publicar um comentário